Aqui estão alguns registros do que essa família mais gosta de fazer: VIAJAR! Reunimos aqui informações diversas de algumas viagens que fizemos e planejamentos das que ainda estão por vir para todos que são apaixonados por viagens! Dicas para pais que querem levar os filhos nas trips também não faltam!
Aposentar a mochila só porque tem filho ou não levá-lo nas trips realmente são coisas que não passam pelas nossas cabeças. É assim que a gente VIVE! Viajando...

Relato: Cusco / Machu Picchu / Ollantaytambo - Peru

O Peru é sem dúvida um país cheio de atrações.
Aqui apresentamos alguns relatos sobre Ollantaytambo 2010 e 2012 (e imediações), Pisac e Cusco


Cusco/Ollantaytambo
Desta vez não faremos a Trilha Inca dedicaremos os três dias que corresponderiam a trilha para algo mais light, Machu Picchu de trem e explorar as imediações de Ollantaytambo que foi algo que sempre tivemos vontade

 Ollantaytambo é um espetáculo a parte, uma verdadeira cidade inca ainda habitada, suas ruas relativamente preservadas, o sistema de distribuição de água super interessante, enfim...só conhecendo mesmo!


Perfil de Wiraccochan Orcco
Alguns dos principais atrativos turísticos são:
- Complexo arqueológico de Ollantaytambo: as belíssimas ruínas localizadas logo após o Rio Patacancha, a entradase dá pela Praça Mañay Racay com o boleto turístico (nessa praça inclusive rola uma feirinha de artesanato),
- Igreja de Santiago Apóstol, que é de 1620, localizada bem próxima às ruínas
- logo na entrada para Ollanta visualize nas montanhas um ponto curioso, são ruínas que provavelmente foram celeiros incas (alguns acreditam que foram prisões, pensamento praticamente descartado...)
- perfil gigantesco de Wiraccochan Orcco, o principal Deus criador do Peru, o pessoal local diz que ele protege Ollantaytambo.

... isso é só o começo, passear pelas ruazinhas estreitas apreciando o local é uma delícia!!!
Músico na feirinha de artesanatos de Ollantaytambo


Ollantaytambo
Ruínas incas - possíveis celeiros

Fomos rever alguns amigos, dar uma volta por esse lugar mágico que ainda apresenta grande essência inca, considerando que está encravado sobre construções incas. Infelizmente uma amiguinha do Cris estava viajando, foi justamente para o Brasil afff ele ficou decepcionado...

Admirando Muray!!

Dica: No caminho para Ollantaytambo é legal parar em Muray, Salineiras e Chincherro; esses atrativos são todos próximos, tudo no caminho para Ollanta \o/

Muray
Visita a Machu Picchu
Dessa vez dormimos em Ollantaytambo e pegamos o trem cedinho para Águas Calientes, também é possível já pernoitar em Águas Calientes. Acordamos super cedo 4:00h para pegar o trem das 6:10, já havíamos comprado os bilhetes meses antes no Brasil (tanto ida como volta), o preço varia conforme o serviço que se escolhe, se você não estiver indo por agência pode correr o risco de ficar sem passagem se não se antecipar, a compra online se faz pelo http://www.perurail.com/por/, é necessário garantir com antecedência, tanto ida como volta.
Há opção de pegar o trem em Cusco mas optamos por Ollanta, mais perto e melhor preço. Chegando em Águas Calientes já fomos direto providenciar a compra dos bilhetes de entrada para Machu Picchu e bilhetes para os microônibus que levam até MP.
Vale lembrar, Machu Picchu (acho que o Peru como um todo) é um destino muito procurado, se você não puder fazer todas as reservas necessárias as vezes vale a pena ir com uma agência para evitar dor de cabeça e voltar frustrado.
Informações detalhadas sobre ida a Machu Picchu de trem clique aqui


Machu Picchu é aquele deslumbramento de sempre, sempre me impressiona... acho que posso entrar ali mil vezes e as mil vezes vou me entusiasmar, dá uma sensação única! Só quem já esteve lá sabe o que é! Fotos e mais fotos. Dessa vez pegamos tempo perfeito, céu super azul, tudo lindo. Carregados com muita água (estava bem quente) lá fomos nós fazer o percurso... esse ano o lugar estava bem lotado... ainda assim valeu! As crianças curtiram muito, exploraram tudo... avistaram além das llamas muitos outros animais (roedores, aves, répteis...)
Muito gostoso sentar e ficar contemplando esse lugar mágico que é Machu Picchu!
Cris, Duda e Tato - Machu Picchu
Fizemos uma refeição em Águas Calientes, lá tem opção pra todos os bolsos.
Retornamos à tarde, o caminho de trem percorrendo o Urubamba rendeu mais algumas fotos excelentes pois só o caminho já é um show a parte.

Típica rua de Ollantaytambo

 
Imediações de Ollantaytambo
Perto de Ollanta é possível visitar Punamarca, Patacancha, Huilloc, etc todos nas imediações de Ollantaytambo, são ruínas incas (andares agrícolas e casinhas) além de nativos que ainda vivem da agricultura, tecelagem e criação de ovelhas/llamas.
O caminho é pura subida e há opção de ir de taxi, cavalo ou a pé, o legal é ir com alguém que conheça a região, muitos por ali falam apenas quéchua e a comunicação fica um pouco difícil.

Voltando de Huilloc
Ruínas de casas incas no caminho para Huilloc
O ideal é visitar o local no domingo porque rola uma feira em Huilloc onde as mulheres expõem seus artesanatos. Em 2010 como fomos em dia de semana conseguimos, graças ao taxista que falava quéchua, que algumas delas expusessem rapidamente seus tecidos, toalhas bolsas, bonequinhos. Não há possibilidade de dormir nos povoados, há um camping entre Huilloc e Patacancha, mas não faço ideia do valor, só sei que o visual é lindo e que o frio a noite deve ser grande, pois a altitude é elevada.

Em 2012 visitamos a feira do domingo, ela é interessante, os nativos fazem vendas e trocas, tem produtos agrícolas, artesanais... pouquíssimos turistas, foi interessante.
Alguns hotéis/pousadas tem o “Jogo do Sapo”... muito bacana... se encontrar jogue, o jogo é basicamente acertar umas moedas (próprias do jogo) em buracos na madeira e no sapo que fica no centro, cada acerto tem pontuação diferente conforme o local que caiu a moeda.
Jogo do sapo - Ollantaytambo
Criançada se acabando no jogo do sapo

Cusco
Cusco é uma cidade empolgante, inúmeros museus, arquitetura... tudo! Vida noturna ativa, restaurantes... enfim... para quem não conhece é necessário reservar pelo menos uns três dias...
Plaza das Armas - Cusco
Caminhando pela Plaza das Armas - Cusco


• Em Cusco há inúmeros museus. Gosto do Convento de Santo Domingo Del Cusco – Qorikancha. Há o Convento e o Museu Arqueológico do Qorikancha, nesse último a entrada se dá com o boleto turístico, já o Convento é preciso pagar, mas é barato, uns S/10,00.
• Passear pela Plaza das Armas é obrigatório, assim como as ruas que estão a sua volta, elas são muito agradáveis.
• Nas imediações de Cusco tem alguns sítios arqueológicos bem interessantes: Tambomachai, Qenqo, Puka Pukará, Fortaleza de Sacsayhuaman. Eles são lindos e estão a alguns minutos do centro de Cusco, reserve um dia para visitá-los.
• Opções de compra de artesanatos em Cusco: Feira de Artesanato/ Mercado Central no final da Calle Del Sol, trata-se de um enorme galpão onde muitos artesãos expõem de forma muito organizada seus artesanatos (encontrei coisas muito em conta por ali) também o Bairro San Blas, apesar de até existir lugares com preços ainda mais baixos vale a pena fuçar por ali, sem contar que pechinchando eles sempre fazem um precinho ainda mais camarada.
Pisac
Pisac é simplesmente outra preciosidade, ruínas interessantes para percorrer (cidadela - entrada com o boleto turístico) e uma colorida feira de artesanatos que merece ser visitada.
Reservamos algumas horas para a visita pois não é necessário mais do que isso. É com certeza outro lugar indispensável do Peru.

Agência que recomendamos:  www.mundiexpedition.com


Esse relato corresponde a alguns dias de uma trip que envolveu três países: Peru/Chile/Bolívia